clique para ir para a página principal

Ações da Apple fecham em alta histórica na Nasdaq; Bolsas americanas renovam máximas

Atualizado em -

Ações da Apple fecham em alta histórica na Nasdaq; Bolsas americanas renovam máximas Unplash
► Ibovespa registra desvalorização de 1,72% na semana, mas analistas mantém projeções positivas► Novos BDRs de ETFs possibilitam investidor acessar mercado de ações no Canadá, México e Coreia do Sul

Cotadas a US$ 145,11, as ações da Apple fecharam em alta de 1,31% na Nasdaq - maior valor de fechamento histórico dos papéis da gigante de tecnologia. As ações chegaram à cotação máxima de US$ 145,65 durante o pregão desta sexta-feira (09) e o volume financeiro total negociado foi de US$ 97,7 milhões.

A máxima histórica da empresa elevou o valor de mercado da companhia para US$ 2,39 trilhões. Somente em 2021, as ações da Apple já registram uma valorização de 12,5% - numa crescente puxada pela alta de todo o setor de tecnologia. O índice Nasdaq Composite, por exemplo, já soma uma valorização acumulada de 15,4% este ano.

A Apple vai divulgar os seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2021 no próximo dia 27 de julho, após o encerramento do mercado.

Novas máximas nas bolsas americanas

Os índices acionários das bolsas americanas se recuperam das perdas da véspera e voltam a seus níveis máximos no pregão desta sexta-feira (9).

O Dow Jones subiu mais de 440 pontos, chegando a marca histórica de 34.870,16 pontos. O S&P 500 aumentou 47 pontos, chegando aos 4.368,29, enquanto o Nasdaq subiu 0,98% até aos 14.701,9 pontos. Os três encerramentos constituem novas máximas históricas de encerramento de sessão dos pregões.

Relacionados:

► Ibovespa registra desvalorização de 1,72% na semana, mas analistas mantém projeções positivas► Novos BDRs de ETFs possibilitam investidor acessar mercado de ações no Canadá, México e Coreia do Sul

Leia mais: