clique para ir para a página principal

Embraer assina contrato de Serviços e Suporte com a Porter Airlines

Atualizado em -

Embraer assina contrato de Serviços e Suporte com a Porter Airlines ROOSEVELT CASSIO | REUTERS
► Embraer entrega 34 jatos no 2T21 com carteira de pedidos de US$ 15,9 bilhões► Raio-x: como a Embraer tenta reverter prejuízos da pandemia

Nesta última quinta-feira (5), a Embraer (EMBR3) assinou um contrato de suporte e serviços com a Porter Airlines. O acordo para o Programa de Suporte Total (Total Support Program ou TSP, na sigla em inglês) possui duração de até 20 anos e inclui verificações de manutenção pesada de fuselagem, soluções técnicas e acesso ao Programa Pool, que abrange troca de componentes e serviços de reparação para centenas de itens para a frota de aeronaves comerciais E2 da Porter Airlines. Segundo a Embraer, o Programa Pool atende mais de 50 companhias aéreas ao redor do mundo.

“Este contrato de serviços com a Embraer é fundamental para o sucesso operacional da Porter Airlines. Nesse momento tão importante da história da companhia aérea, a experiência e o suporte da Embraer são fundamentais para iniciarmos as operações com os E-Jets E2, já que ninguém conhece essas aeronaves melhor do que o próprio fabricante”, contou Michael Deluce, Presidente e CEO da Porter Airlines.

Os serviços do Programa Pool serão oferecidos pela Embraer Aircraft Customer Services (EACS) em Fort Lauderdale, na Flórida, enquanto os serviços de manutenção pesada serão efetivados pela Embraer Aircraft Maintenance Services (EAMS) em Nashville, no Tennesse.

A fabricante brasileira ressalta ainda que, nos próximos meses, trabalhará com a Porter Airlines para prestar serviços relacionados ao processo de entrada em serviço da aeronave, abrangendo treinamentos técnicos, recomendações de peças de reposição e serviços de provisionamento.

A Porter Airlines será a cliente norte-americana de lançamento da família de jatos comerciais E-Jets E2 da Embraer. O investimento da Porter deve movimentar o cenário da aviação canadense, aumentando a concorrência, elevando os níveis de serviço de passageiros e criando até seis mil novos empregos. A empresa pretende introduzir o E195-E2s em destinos populares de negócios e lazer em todo o Canadá, Estados Unidos, México e Caribe a partir de Ottawa, Montreal, Halifax e do Toronto Pearson International Airport.

A primeira entrega do E195-E2 à Porter e a entrada em serviço estão programadas para o segundo semestre de 2022.

Relacionados:

► Embraer entrega 34 jatos no 2T21 com carteira de pedidos de US$ 15,9 bilhões► Raio-x: como a Embraer tenta reverter prejuízos da pandemia

Leia mais: