clique para ir para a página principal

Mercado financeiro em movimento com o PIB Agro

Coluna de

Alexandre Pacheco

Atualizado em -

Mercado financeiro em movimento com o PIB Agro Shutterstock
► Sancionada lei que cria fundos de investimento do agronegócio► Evolução da carreira bancária

O mercado financeiro continua se movimentando, gerando mais benefícios e oportunidades para os tomadores de crédito, impactando positivamente no mercado de crédito e mercado de capitais. Podendo impulsionar a produção e geração de emprego.

A procura por crédito no Brasil fechou o primeiro semestre com alta de 33%, puxada, sobretudo, pelos setores de serviços e de varejo, aponta um levantamento da Neurotech (empresa de inteligência artificial aplicada à análise e enriquecimento de dados). Na comparação com os seis primeiros meses de 2020, a busca por empréstimos no segmento de serviços subiu 101% no mesmo intervalo de 2021, enquanto no varejo a expansão foi de 67%. Segundo análise da Neurotech, o aumento reflete o avanço da vacinação no país.

Ressalto um tema importante ocorrido no 1º semestre, a regulamentação das duplicatas eletrônicas através da resolução 4.815 (link para a íntegra da resolução).

Os recebíveis estarão visíveis para outras instituições, gerando algumas vantagens em relação ao modelo atual. Destaco a segurança para quem antecipa o ativo e toma o risco, maior acesso ao crédito para quem emite a duplicata e mais qualidade que deve gerar consequentemente uma redução no percentual das taxas de antecipação.

Outro tema que está gerando muita ansiedade é o FIAGRO (Fundo de Investimentos das Cadeias Agroindustriais), incluindo imóveis e direitos creditórios, com uma grande possibilidade de repetir a vitória que ocorreu na década de 90 com o lançamento dos Fundos Imobiliários.

Atualmente o agronegócio, que provavelmente irá representar mais do que 30% do PIB este ano, projeção realizada pelo Centro de estudos Avançados em Economia Aplicada (CEPEA/ESALQ-USP) em parceria com a CNA, depende do financiamento público e o mercado fica ansioso aguardando as novas diretrizes do Plano Safra. Com o Fiagro teremos uma democratização do crédito direcionado ao agronegócio, através da lei nº 14.130 criada em 03/2021, que prevê a instituição de fundos de investimentos nas Cadeias Produtivas Agroindustriais.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) está atuando para criar uma regra específica, mas, por enquanto, terá uma regra provisória para atender a demanda. Provavelmente, teremos novidades sobre o tema em breve.

Aqui na VLG, estamos prontos para intermediar as operações de crédito e mercado de capitais, assessorando e orientando sobre as melhores soluções financeiras. Um de nossos objetivos é aproximar as empresas do MERCADO DE CAPITAIS, de forma personalizada, customizada e imparcial.

Alexandre Pacheco é Head da VLG Corporate®.

Relacionados:

► Sancionada lei que cria fundos de investimento do agronegócio► Evolução da carreira bancária

Leia mais: