clique para ir para a página principal

Ibovespa fecha em alta de +0,76; dólar sobe 2,7% na semana

Atualizado em -

Ibovespa fecha em alta de +0,76; dólar sobe 2,7% na semana Divulgação | B3
► Reserva de emergência: antes de avançar com seus investimentos, construa sua segurança financeira► Renner: equipes trabalham para restabelecer e-commerce após ataque cibernético

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

O índice brasileiro encerrou o dia em alta de +0,76%, cotado aos 118.053 pontos, mas na semana fechou em queda de 2,59% com o avanço da variante delta do coronavírus e dados da China que causaram correção nos preços das commodities.

A Sabesp (SBSP3) figurou entre os destaques positivos desta sexta, com alta de 10,86% após o deputado federal Rodrigo Maia, recém-nomeado secretário de Projetos e Ações Estratégicas de São Paulo, indicar que planeja privatizar a companhia até o final de sua gestão.

Ainda no cenário doméstico, o ministro Paulo Guedes (Economia) rejeitou a possibilidade de reduzir a alíquota de 20% na taxação de dividendos. Além disso, o Broadcast Estadão noticiou que o governo deve propor um déficit de R$ 70 bilhões no orçamento do ano que vem.

No cenário internacional, dados chineses mostraram que o crescimento da produção industrial e das vendas no varejo desacelerou em julho. Além disso, a ata da última reunião do banco central norte-americano mostrou, na quarta-feira (18), que membros do Federal Reserve esperam dar início à redução de estímulos ainda neste ano.

Enquanto isso, o dólar comercial registrou queda de 0,70% a R$ 5,384 na compra e a R$ 5,385 na venda.

Maiores altas:

  • Sabesp SBSP3 +10,86% R$ 36,55
  • Ecorodovias ECOR3 +4,53% R$ 9,92
  • Yduqs YDUQ3 +4,42% R$ 26,00

Maiores baixas:

  • Natura NTCO3 -1,14% R$ 52,91
  • Rumo RAIL3 -0,77% R$ 18,12
  • Minerva BEEF3 -0,72% R$ 8,32

Relacionados:

► Reserva de emergência: antes de avançar com seus investimentos, construa sua segurança financeira► Renner: equipes trabalham para restabelecer e-commerce após ataque cibernético

Leia mais: