clique para ir para a página principal

Cerradinho Bioenergia protocola IPO focada em projeto de R$ 1,4 bi em usina de etanol de milho no MS

Atualizado em -

Cerradinho Bioenergia protocola IPO focada em projeto de R$ 1,4 bi em usina de etanol de milho no MS Divulgação | Cerradinho Bioenergia
► Com crescimento de 1,2%, PIB do primeiro trimestre supera expectativas► BRF aprova R$ 1 bi em debêntures quirografárias; Espécie qui-ro-gra... fária, significa o que mesmo?

A Cerradinho Bioenergia e a Cerradinho Participações protocolaram um pedido de Oferta Pública Inicial de ações (IPO, em inglês), na Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Com sede em Goiás, a companhia busca recursos através da abertura de capital para financiar um projeto de uma nova planta de etanol de milho no Mato Grosso do Sul.

De acordo com o prospecto preliminar publicado nesta segunda-feira (24), no site da CVM, a nova unidade será construída na cidade de Maracaju (MS), com capacidade prevista de moagem de 1,1 milhão de toneladas de milho por ano e produção de 510 mil metros cúbicos de etanol hidratado.

O valor total previsto para este investimento é de cerca de R$ 1,4 bilhão. A previsão é que as obras iniciem no primeiro semestre do próximo ano.

A distribuição dos papéis da empresa será primária (quando valores obtidos são destinados ao caixa da empresa) e também secundária (quando os atuais acionistas vendem parte de suas fatias na companhia). A oferta será coordenada pelo Banco Itaú, pela XP Investimentos e pelo Banco BTG Pactual.

De acordo com a documentação do pedido, a quantidade total de ações inicialmente ofertada, sem levar em conta ações adicionais, poderá ter acréscimo de um lote suplementar em percentual equivalente a até 15% do total de papéis ofertado inicialmente.

Após concluído o procedimento de bookbuilding e a concessão dos registros do IPO pela CVM, será realizada uma reunião do conselho de administração da Cerradinho para definição do preço por ação e efetivo aumento de capital da companhia.

2T21

Fundada em 2006 pela família Sanches Fernandes, a Cerradinho Bioenergia desponta como um dos principais nomes entre os complexos produtores de bioenergia na América Latina. O foco principal da empresa é a produção de etanol e energia sustentável com o uso de milho e de cana de açúcar.

No segundo trimestre deste ano, a receita líquida da Cerradinho Bioenergia chegou a aproximadamente R$ 528 milhões. O seu lucro líquido alcançou R$ 141 milhões.

Relacionados:

► Com crescimento de 1,2%, PIB do primeiro trimestre supera expectativas► BRF aprova R$ 1 bi em debêntures quirografárias; Espécie qui-ro-gra... fária, significa o que mesmo?

Leia mais: