clique para ir para a página principal

Sessão começa positiva após aprovação da vacina da Pfizer pela FDA

Atualizado em -

Sessão começa positiva após aprovação da vacina da Pfizer pela FDA Mindandi / Freepik
► Ibovespa termina em baixa de -0,49%; Tensão política no Brasil ofusca dia de ganhos no exterior► Petrobras inicia produção de petróleo e gás da 1ª plataforma no campo de Sépia

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Nesta terça-feira, a sessão é de ganhos para os índices futuros americanos, com os investidores seguindo o ânimo pela aprovação completa da vacina da Pfizer pela agência reguladora dos Estados Unidos, a FDA, enquanto a Europa tem movimento indefinido.

Na China, a alta é mais expressiva, com a retomada da posição dos investidores para ações do setor de tecnologia, depois do cerco do governo ter pressionado os preços dos ativos. A sessão também é de alta para as commodities.

Por aqui, atenção continua para o noticiário político e fiscal: o evento Expert XP 2021 conta com as falas de Arthur Lira, presidente da Câmara dos Deputados, durante a manhã, e de Roberto Campos Neto, presidente do Banco Central, no final da tarde.

Internacional

Sobre os mercados mundiais, nos EUA os índices futuros Dow Jones, Nasdaq e S&P 500 indicam altas de 0,17%, 0,18% e 0,24%, respectivamente. Na segunda, os índices americanos foram impulsionados pelo desempenho de ações mais sensíveis à recuperação econômica.

Esses papéis avançaram após a Food and Drugs Administration (FDA) conceder a aprovação definitiva, e não mais apenas emergencial, do imunizante desenvolvido em parceria entre as farmacêuticas Pfizer e BioNTech. Isso traz ainda mais confiança sobre o uso dessas vacinas.

Assim, o índice S&P 500 fechou a sessão de segunda-feira com alta de 0,8%; o Nasdaq avançou cerca de 1,5% e ficou próximo de um novo recorde; e o Dow avançou mais de 200 pontos.

Nesta semana, investidores acompanham o simpósio de Jackson Hole, em que autoridades do Federal Reserve, o banco central americano, devem detalhar seus planos para a redução de estímulos monetários. O Federal Reserve iniciou discussões para desacelerar seu programa bilionário de compra de títulos no final de 2021, que vem injetando cerca de US$ 120 bilhões mensalmente nos mercados. O presidente do Fed, Jerome Powell, realiza um discurso na sexta.

Além disso, a temporada de divulgação de resultados está chegando ao seu fim com um forte desempenho das empresas. Mais de 90% das empresas listadas no índice S&P informaram seus resultados, e a expectativa da Refinitiv é de que os resultados tenham avançado cerca de 94,7%.

As bolsas asiáticas fecharam a terça-feira em alta, também impulsionadas pela aprovação definitiva da vacina desenvolvida em parceria entre Pfizer e BioNTech, com destaque positivo para a bolsa de Hong Kong. Os índices também foram afetados por reportagem da agência internacional de notícias Reuters informando que a Securities and Exchange Commission (SEC, equivalente a CVM nos Estados Unidos) começou a emitir novos requisitos de divulgação para empresas chinesas que buscam se listar em Nova York como parte de um esforço para aumentar a consciência dos investidores sobre os riscos envolvidos.

Algumas empresas chinesas já começaram a receber instruções detalhadas da SEC, que regula o mercado de capitais nos Estados Unidos, sobre uma maior divulgação de seu uso de veículos offshore conhecidos como entidades de interesse variável (VIEs) para IPOs; implicações para os investidores e o risco de que as autoridades chinesas interfiram nas operações da companhia.

No mês passado, o presidente da SEC, Gary Gensler, pediu uma “pausa” nas ofertas públicas iniciais (IPOs) norte-americanas de empresas chinesas e buscou mais transparência sobre essas questões. As listagens chinesas nos Estados Unidos pararam após a ação da SEC.

O índice Hang Seng, de Hong Kong, fechou na terça com alta de 2,46%, com destaque positivo para ações do setor de tecnologia. Os papéis da Tencent subiram 8,81%; os da Meituan, 13,51%; e os do Alibaba, 9,47%. Assim, o índice Hang Seng Tech avançou 7,06%. Na China continental, o índice Shanghai composto avançou 1,07%, e o componente Shenzhen, 0,878%; o Nikkei avançou 0,87%; na Coreia do Sul, o Kospi avançou 1,56%.

As bolsas europeias oscilam entre leves e altas perdas após subirem mais cedo nesta terça, também impulsionadas pela aprovação da vacina de Pfizer e BioNTech nos Estados Unidos, além de uma redução dos temores em torno da redução de estímulos pelo Federal Reserve.

Segundo dados divulgados nesta terça pelo Escritório Federal de Estatísticas, o PIB ajustado para efeitos sazonais da Alemanha cresceu 1,6% no segundo trimestre. O avanço superou por pouco a estimativa anterior do órgão, de alta de 1,5%. Além disso, a agência internacional de notícias Reuters informou que o G7, que reúne as sete maiores economias de países desenvolvidos do mundo, deve se reunir nesta semana para obter uma decisão unificada sobre reconhecer ou não o governo do Taleban no Afeganistão, ou se devem ser impostas sanções à organização.

Brasil

No Brasil, o último pregão de ações encerrou com queda de 0,49%, a 117.471 pontos e volume financeiro negociado de R$25,917 bilhões, com o risco político e fiscal impedindo o índice de acompanhar o desempenho das bolsas internacionais.

Enquanto isso, o dólar comercial registrou leve variação negativa 0,05% a R$ 5,381 na compra e a R$ 5,382 na venda.

No radar econômico, o governo teria a percepção de que o parcelamento dos precatórios deve sofrer resistência e não passar no Congresso. Com isso, é estudado um plano B, que consistiria na retirada do teto de gastos de R$ 30 bilhões de precatórios que estariam acima do previsto para 2022. Também não está descartada a hipótese de retirar completamente a despesa com precatórios do teto e recalcular seu limite desde a origem, destaca reportagem do Estadão.

Matéria do Valor aponta ainda que, se os processos de privatização avançarem, precatórios da União poderão ser utilizados como moedas para comprar ações. Em tese, essa possibilidade estaria presente nas desestatizações da Eletrobras e dos Correios, disse ao jornal uma fonte da área econômica.

Commodities

Sobre as commodities, o petróleo Brent é negociado com alta de 1,54%, a US$69,42 o barril. Contratos futuros do minério de ferro negociados na bolsa de Dalian com alta de 6,17%, cotados a 817,5 iuanes, equivalente hoje a US$ 126,1 (nas últimas 24 horas).

Corporativo

No contexto corporativo, a Petrobras informa que iniciou na segunda-feira a produção de petróleo e gás natural do FPSO Carioca, primeira plataforma no campo de Sépia, no pré-sal da Bacia de Santos.

Além disso, a Vitru, dona da Uniasselvi, fechou na segunda a compra da UniCesumar por um valor que pode chegar a até R$ 3,5 bilhões. Fundada em Maringá (PR), a Cesumar reúne cursos de ensino a distância com nota máxima no MEC (Ministério da Educação) e graduação de medicina.

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) informou nesta segunda-feira (23), o indeferimento do pedido de registro de companhia aberta pela Havan, mas por desistência voluntária da varejista. Com isso, a companhia adiou pela segunda vez os planos de uma oferta inicial de ações (IPO, na sigla em inglês).

Por fim, a Cerradinho Bioenergia, com sede em Goiás, pediu registro para uma IPO em busca de recursos para financiar um projeto de etanol de milho no Mato Grosso do Sul. O projeto deve envolver investimento total de cerca de R$ 1,4 bilhão, com as obras devendo começar no primeiro semestre de 2022 e entrando em operação em setembro de 2023, afirmou a companhia no documento.

Relacionados:

► Ibovespa termina em baixa de -0,49%; Tensão política no Brasil ofusca dia de ganhos no exterior► Petrobras inicia produção de petróleo e gás da 1ª plataforma no campo de Sépia

Leia mais: