clique para ir para a página principal

Volume de crédito imobiliário com recurso de poupança cresce 114% em 2021

Atualizado em -

Volume de crédito imobiliário com recurso de poupança cresce 114% em 2021 Pexels
► Presidente da Caixa diz que o banco deve encerrar ano com mais de R$ 120 bilhões em crédito imobiliário► Crédito imobiliário bate recorde em fevereiro e quase dobra em relação ao mesmo período de 2020

Em comparação a janeiro até julho de 2020, o volume de crédito oferecido para a aquisição e construção de imóveis com recursos da caderneta do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) teve crescimento de 114% no mesmo período deste ano.

Segundo a Associação Brasileira das Entidades de Crédito Imobiliário e Poupança (Abecip), a negociação chegou a R$ 116 bilhões nos primeiros sete meses de 2021.

Em julho, os empréstimos totalizaram R$ 19 bilhões, com uma alta de 4% em relação a junho e 74% em comparação ao mesmo período do ano passado. No acumulado de 12 meses, o montante financiado totalizou R$ 186 bilhões, com crescimento de 101% comparado aos 12 meses anteriores.

Investimento com imóveis

Apesar da crise econômica causada pela pandemia da Covid-19, o brasileiro ainda tem a aquisição de um imóvel como uma opção de investimento. Como o Mercado1Minuto mostrou aqui, de acordo com a pesquisa Raio-X FipeZap do segundo trimestre de 2021, 61% dos brasileiros que adquiriram um imóvel nos últimos 12 meses, fazem moradia própria, enquanto 39% pensam em usar o bem como investimento.

Enquanto alguns compraram para investir, 69% pretendem aguardar o imóvel valorizar e vendê-lo novamente. Já 31% pensam em receber o valor do aluguel do imóvel como uma renda extra.

Nos últimos meses, o setor imobiliário tem construído uma boa trajetória de ciclo de alta, por isso, parte dos investidores tem se interessado em aplicar em bens móveis. Segundo as empresas associadas à Abrainc (Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias), no trimestre móvel de março a maio de 2021, os lançamentos de imóveis somaram 30.176 unidades, crescimento de 72,1% em relação ao mesmo período do ano passado.

Relacionados:

► Presidente da Caixa diz que o banco deve encerrar ano com mais de R$ 120 bilhões em crédito imobiliário► Crédito imobiliário bate recorde em fevereiro e quase dobra em relação ao mesmo período de 2020

Leia mais: