clique para ir para a página principal

B3 interrompe sequência de duas altas e fecha em queda de -1,73%; dólar vai a R$ 5,26

Atualizado em -

B3 interrompe sequência de duas altas e fecha em queda de -1,73%; dólar vai a R$ 5,26 Artem Podrez | Pexels
► Reserva de emergência: antes de avançar com seus investimentos, construa sua segurança financeira► Custo da construção sobe 0,56% em agosto; confiança do setor também cresce

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

O índice brasileiro encerrou o dia em queda de -1,73% cotado aos 118.723 pontos acompanhando o dia negativo das bolsas americanas, à espera da fala de Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, no evento de Jackson Hole amanhã (27).

Nesta quinta-feira (26), a presidente da distrital do Fed em Kansas City, Esther George, defendeu que a autoridade monetária inicie em breve a retirada de estímulos. Entrando na mesma toada, o presidente do Fed de St. Louis disse que as compras de ativos "provavelmente não são necessárias neste momento".

Também no radar, o PIB americano cresceu à taxa anualizada de 6,6% no 2º trimestre em relação aos três meses anteriores, de acordo com a segunda estimativa divulgada escritório de estatísticas do Bureau of Economic Analysis, do Departamento de Comércio do país.

Por aqui, a crise hídrica voltou a causar temor entre os investidores. Ontem, durante participação no lançamento da Frente Parlamentar do Empreendedorismo, o ministro Paulo Guedes (Economia) comentou sobre a alta de preços da energia, ocasionada por conta da crise hídrica, que afeta os reservatórios e leva ao acionamento mais recorrente de termelétricas, encarecendo o custo final da energia.

Entre os indicadores, atenção para os números do mercado de trabalho com a divulgação do Caged, que mostrou a abertura de 316.580 vagas de trabalho formal em julho, número acima da projeção dos analistas que era de 250 mil postos.

Na B3, ajudaram a puxar o Ibovespa para baixo as quedas das ações do Itaú (ITUB4) e da Vale (VALE3), de 2,4% e 1,1%, respectivamente. Já os papéis do Banco Inter (BIDI11) avançaram 4,5%, após o anúncio da liberação de crédito para um milhão de clientes.

Enquanto isso, o dólar comercial registra alta de +0,87% a R$ 5,256 na compra e a R$ 5,257 na venda.

Maiores altas:

  • Banco Inter BIDI3 +4,21% R$ 66,89
  • Lojas Americanas LAME4 +2,41% R$ 5,95
  • Americanas S.A. AMER3 +1,79% R$ 43,18

Maiores baixas:

  • Cyrela CYRE3 -6,23% R$ 19,88
  • Ultrapar UGPA3 -5,25% R$ 14,63
  • Iguatemi IGTA3 -5,20% R$ 35,18

Relacionados:

► Reserva de emergência: antes de avançar com seus investimentos, construa sua segurança financeira► Custo da construção sobe 0,56% em agosto; confiança do setor também cresce

Leia mais: