clique para ir para a página principal

Caixa lançará linha de crédito para 40% da população brasileira

Atualizado em -

Caixa lançará linha de crédito para 40% da população brasileira Marcelo Camargo | Agência Brasil
► Caixa Econômica é responsável por 67% de todo o financiamento imobiliário do país► Caixa prevê crescimento de 7% do número de contratos imobiliários em 2021

Nesta terça-feira (31), o presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, anunciou o lançamento de uma nova linha de crédito com o objetivo de atender 40% da população brasileira, aproximadamente, 100 milhões de pessoas.

De acordo com o presidente da instituição financeira, essa será a maior operação de crédito da história do Brasil. Pedro Guimarães afirmou que a novidade deve ser oficializada pelo presidente Jair Bolsonaro em duas ou três semanas.

O anúncio da linha de crédito da instituição bancária foi realizado em Uberlândia (MG), durante a cerimônia de inauguração do Complexo de Captação e Tratamento de Água Deputado Luiz Humberto Carneiro, que contou com a presença do presidente Bolsonaro e do ministro Rogério Marinho (Desenvolvimento Regional).

A nova linha de crédito faz parte de uma tentativa da Caixa em reabilitar a economia do país liberando empréstimo para a população. O dinheiro poderá ser usado para investimentos ou liquidação de débitos.

Empréstimo de até R$ 100 mil pela Caixa

Além disso, a Caixa também anunciou sua nova linha de crédito para pessoas com o nome listado em empresas de proteção de crédito, com uma disponibilidade de até R$ 100 mil. A ideia do plano é também ajudar a manter a economia do país ativa e diminuir a inadimplência.

No entanto, os clientes devem deixar bens de valor nos cofres da estatal para penhor. Caso o cliente não realize o pagamento das parcelas, os objetos serão leiloados para o abate da dívida.

Os bens que poderão ser colocados nos cofres para penhor são: joias, relógios, canetas valiosas, antiguidades e quadros. Além disso, a Caixa também liberou o uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) como uma forma de penhor.

Segundo o banco, os bens penhorados serão analisados e o dinheiro será liberado na hora da assinatura do acordo. Após o pagamento das parcelas do empréstimo, a Caixa devolverá todos os objetos penhorados ou o valor integral do FGTS.

Relacionados:

► Caixa Econômica é responsável por 67% de todo o financiamento imobiliário do país► Caixa prevê crescimento de 7% do número de contratos imobiliários em 2021

Leia mais: