clique para ir para a página principal

Novas regras simplificam seguro auto e podem baratear serviço

Atualizado em -

Novas regras simplificam seguro auto e podem baratear serviço Jacob Lund | Stock.adobe.com
► O mercado mudou, e você?► Mercados de previdência privada aberta e seguro de pessoas têm forte crescimento no semestre

Neste início de setembro passaram a valer novas normas para o seguro automotivo estabelecidas pela Superintendência de Seguros Privados (Susep). O objetivo das mudanças é flexibilizar a cobertura auto e ampliar o acesso dos consumidores a este tipo de serviço.

De acordo com as novas medidas em vigor, o segurado poderá escolher entre vincular o serviço de proteção ao motorista ou ao veículo. Na prática, caso o veículo seja trocado, o seguro se manterá ativo no caso do vínculo com o motorista. Essa modalidade atende, principalmente, os motoristas de aplicativos e condutores que alugam carros para fins de semana.

Agora, independentemente de quem seja o proprietário do veículo, também é possível contratar coberturas das despesas em decorrência de danos materiais ou corporais causados a terceiros.

Outro ponto de mudança é que o consumidor poderá personalizar serviços oferecidos pelo seguro e terá o preço cobrado de acordo apenas com o tipo de seguro contratado. Ou seja, o proprietário poderá decidir contratar apenas um seguro para acidentes, batidas e incêndios, sem obrigatoriamente aderir ao serviço contra roubo e furto.

"Tais mudanças, alinhadas às melhores práticas internacionais, permitem maior diversificação de produtos e preços, atendendo às necessidades e preferências de diferentes consumidores", assegurou a Susep, em comunicado.

Novos seguros auto

Todas as seguradoras têm até 180 dias a partir desta quarta (1º) para se adaptar. Para o setor, a flexibilização pode trazer benefícios como o aumento da competitividade e a possibilidade de atrair uma parcela dos veículos que ainda não estão segurados - atualmente, dos 49,1 milhões dos veículos com até dez anos de fabricação, apenas 33% está coberto por seguro.

No ano passado, segundo dados oficiais da Susep (Superintendência de Seguros Privados), o ramo Auto representou 44,8% do mercado de seguros de danos. No entanto, apenas 16% da frota de veículos no Brasil tinha cobertura de seguros em 2019.

"O seguro auto é a modalidade mais popular do mercado brasileiro. As medidas propostas visam ampliar o acesso e a inclusão do seguro auto na sociedade", pontuou a Susep, em informe.

Organização financeira

Em ano de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus, aumento do desemprego e diversas incertezas na economia brasileira, nunca foi tão relevante cuidar do controle dos gastos pessoais e proteger o patrimônio familiar.

Reduzir gastos não necessários e montar uma planilha sobre as suas despesas do mês ajuda a saber exatamente o quanto precisa ajustar para manter um padrão de vida que deseje.

"Qualquer pessoa que gera renda, seja o quanto for, pode fazer um bom planejamento financeiro. O principal é definir aonde quer chegar. Quais são os principais desafios a enfrentar e as maiores metas pessoais a conquistar. Com base nisso, é possível estabelecer objetivos definidos de curto, médio e longo prazo", aponta Carolina Cipriani, sócia e especialista da VLG Seguros.

Iniciar um processo de organização das finanças pessoais não é uma tarefa complicada, mas requer disciplina e um tempo de dedicação para o planejamento. Para isso, é importante avaliar três pontos:

  • Checar gastos financeiros com o objetivo de melhorar a qualidade de sua vida financeira pessoal;
  • Gerar consciência a respeito da importância de sacrificar gastos supérfluos (privilégios) para aprender a economizar/investir;
  • Iniciar o uso de ferramentas práticas para ajudar a otimizar o processo de organização financeira. Ex: um planner, aplicativos de controle de gastos, planilhas no Excel, entre outros.

Neste processo de organização, vale reforçar a importância no detalhamento das despesas fixas mensais, pagamentos de dívidas, qual a renda atual da família, quais as chances de fazer algum trabalho extra para ter outra fonte de renda, etc.

Acesse aqui a planilha gratuita do Mercado1Minuto para controle de gastos pessoais.

Relacionados:

► O mercado mudou, e você?► Mercados de previdência privada aberta e seguro de pessoas têm forte crescimento no semestre

Leia mais: