clique para ir para a página principal

GOL refinancia dívida de R$ 1,2 bilhão com vencimento em 2024

Atualizado em -

GOL refinancia dívida de R$ 1,2 bilhão com vencimento em 2024 Divulgação / GOL
► Gol assina acordo para aquisição de 28 Boeing 737 MAX-8► Gol exigirá vacinação de funcionários a partir de novembro

Nesta sexta-feira (17), a GOL Linhas Aéreas Inteligentes (GOLL4) anunciou que concluiu o refinanciamento de dívida de R$ 1,2 bilhão, com vencimento em 2024, permitindo que a companhia aérea volte ao seu menor patamar de débito de curto prazo desde 2014.

A GOL afirma que os participantes do sindicato são bancos locais e a transação está sujeita a aprovações finais e assinatura da documentação. Segundo a GOL, este refinanciamento representa a última etapa do programa de liability management (gerenciamento de riscos para evitar o descasamento entre ativos e passivos).

“Com esse seu programa de liability management, a GOL utilizou ativos do seu balanço patrimonial para reduzir em R$ 2,1 bilhões a dívida de curto prazo no período de 12 meses findo em junho/21”, declarou a empresa em seu comunicado.

Conforme dito em comunicado, em parceria com seus provedores de leasing (arrendamento mercantil) de aeronaves, a companhia manteve o passivo de arrendamentos em aproximadamente 45% do total do endividamento no 3T21, com uma taxa de desconto estável em IFRS16.

Os recursos utilizados para refinanciar a dívida foram R$ 592 milhões do saldo remanescente da 7ª emissão de debêntures, R$ 528 milhões de linhas de crédito de financiamento à importação (Finimps) e R$ 165 milhões de linhas de crédito para capital de giro.

“Com essa transação, a companhia concluiu a maior desalavancagem de balanço patrimonial entre seus pares, tornando-se a empresa aérea com o menor passivo. Agora podemos focar a maior parte do nosso fluxo de caixa operacional para o crescimento operacional sustentável”, informou Richard Lark, Diretor Vice-Presidente Financeiro da empresa.

Acordo de codeshare

Nesta quarta-feira (15), a GOL também anunciou a expansão de sua cooperação comercial com a America Airlines (AALL34) através de um acordo de codeshare exclusivo pelos próximos três anos, o qual aprofundará o relacionamento entre as duas empresas aéreas.

Como o Mercado1Minuto apontou aqui, a GOL receberá da American Airlines um investimento em equity de US$ 200 milhões.

Segundo a empresa, o codeshare, em vigor desde fevereiro de 2020, representa a maior malha aérea das Américas e permite que os clientes da companhia se conectem a mais de 30 destinos nos Estados Unidos.

Relacionados:

► Gol assina acordo para aquisição de 28 Boeing 737 MAX-8► Gol exigirá vacinação de funcionários a partir de novembro

Leia mais: