clique para ir para a página principal

Ibovespa cai mais de 2% e alcança o menor patamar desde março

Atualizado em -

Ibovespa cai mais de 2% e alcança o menor patamar desde março Pexels
► Reserva de emergência: antes de avançar com seus investimentos, construa sua segurança financeira► Monitor do PIB da FGV aponta alta de 0,6% na atividade econômica de julho

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

O índice brasileiro encerrou o dia em queda de -2,07% cotado aos 111.439 pontos em dia de forte volatilidade, em meio ao vencimento de opções. No acumulado da semana o Ibovespa teve queda de -2,49%. Foi a terceira semana consecutiva de desempenho negativo do Ibovespa.

Hoje, o presidente Jair Bolsonaro publicou um decreto que aumenta o IOF para financiar a elevação do benefício do Bolsa Família. Agora, as operações de crédito de pessoas jurídicas terão alíquota de 2,04%, contra 1,5% antes, e as das pessoas físicas terão alíquota de 4,08%, ante 3%.

O governo espera arrecadar R$ 2,14 bilhões a mais e garantir o pagamento do benefício provavelmente a partir de novembro desse ano, já no novo valor.

Lá fora, o dia foi de mais uma baixa dos índices americanos por conta dos temores em relações ao coronavírus e diante da expectativa pela reunião do Fomc (nos EUA) na semana que vem.

Enquanto isso, o dólar comercial registra alta de +0,33% a R$ 5,282.

Maiores altas:

  • Telefônica VIVT3 +1,45% R$ 42,11
  • Magazine Luiza MGLU3 +1,22% R$ 16,57
  • Natura NTCO3 +1,14% R$ 48,10

Maiores baixas:

  • Banco Inter BIDI11 -7,02% R$ 60,01
  • Gerdau GGBR4 -6,82% R$ 24,60
  • Metalúrgica Gerdau GOAU4 -5,59% R$ 11,48

Relacionados:

► Reserva de emergência: antes de avançar com seus investimentos, construa sua segurança financeira► Monitor do PIB da FGV aponta alta de 0,6% na atividade econômica de julho

Leia mais: