clique para ir para a página principal

AES Brasil aprova oferta restrita de ações e pode movimentar até R$ 1,8 bilhão

Atualizado em -

AES Brasil aprova oferta restrita de ações e pode movimentar até R$ 1,8 bilhão Divulgação | Athié Wohnrath Construções
► Sinqia fixa preço por ação em R$ 23 em oferta restrita de R$ 400 milhões ► AES Brasil estuda possibilidade de oferta pública de ações com esforços restritos

A AES Brasil (AESB3) informou que seu Conselho de Administração aprovou a realização de uma oferta pública de distribuição primária de ações, além de uma distribuição secundária, por parte do BNDESPar, numa operação restrita que pode movimentar R$ 1,8 bilhão.

Segundo o comunicado da companhia, o objetivo da oferta é acelerar o plano de crescimento da empresa, com foco na diversificação do portfólio por meio de fontes complementares à hídrica, e potencializar a criação de valor para os acionistas. A operação será coordenada pelo Banco Bradesco (líder), Banco Itaú, Credit Suisse, Santander e HSBC.

A oferta consistirá na distribuição primária de 93 milhões de novas ações, enquanto a secundária será de até 39,554 milhões de ações de titularidade do BNDESPar. O valor de R$ 1,8 bilhão considera as ações adicionais, tendo como base o fechamento das ações ordinárias na B3 no dia 17 de setembro, no valor de R$ 13,60. Sem considerar as ações adicionais, o montante da oferta restrita pode alcançar R$ 1,264 bilhão.

O público alvo da oferta serão acionistas, no âmbito da oferta prioritária, e investidores profissionais após o atendimento da oferta prioritária.

Resultados

No segundo trimestre de 2021, a AES Brasil teve lucro líquido consolidado de R$ 27,5 milhões, 76,9% menor que o resultado de R$ 119 milhões registrado no 2T20. A receita operacional líquida totalizou R$ 561,4 milhões no 2T21, representando um aumento de 18,1% ou R$ 86,2 milhões em comparação com o 2T20 (R$ 475,2 milhões).

Relacionados:

► Sinqia fixa preço por ação em R$ 23 em oferta restrita de R$ 400 milhões ► AES Brasil estuda possibilidade de oferta pública de ações com esforços restritos

Leia mais: