clique para ir para a página principal

Copel paga dividendos e decide pela não preferência na aquisição da Compagas

Atualizado em -

Copel paga dividendos e decide pela não preferência na aquisição da Compagas Aniele Nascimento / Tribuna do Paraná.
► Alta do IOF não resolve Bolsa Família e tem tom eleitoreiro, dizem economistas► Semana inicia com forte aversão ao risco para os principais mercados mundiais

O Conselho de Administração da Copel (CPLE3) informou na última sexta-feira (17), que aprovou o pagamento de proventos regulares referentes ao exercício de 2021, no valor de R$ 1,43 bilhão a serem pagos até o dia 30 de novembro.

De dividendos intercalares, serão pagos R$ 1,197 milhões, e o valor bruto do juros sobre capital próprio (JCP) soma R$ 240 milhões.

Segundo comunicado divulgado, R$ 837 milhões foram calculados com base no lucro líquido do primeiro semestre deste ano e R$ 600 milhões como antecipação de parcela dos dividendos regulares em função do excesso atual de liquidez, principalmente pelo advindo dos recursos extraordinários recentes da alienação da Copel Telecom e do recebimento integral da CRC - Conta de Resultados a Compensar.

“Os dividendos regulares do exercício serão pagos no mínimo em dois eventos anuais, sendo o primeiro evento dentro do próprio exercício. O segundo evento deverá ser definido após a aprovação das demonstrações financeiras do exercício de 2021 na Assembleia Geral Ordinária do próximo ano, sem prejuízo de eventuais declarações de proventos, incluindo JCP, dentro do corrente exercício social”, finaliza a companhia.

Decisão pelo não exercício do direito de preferência na aquisição da Compagas

Também na sexta-feira (17), a Copel informou que deliberou pelo não exercício do direito de preferência na aquisição da totalidade das ações de emissão da Compagas de titularidade da Gaspetro, conforme previsto no Acordo de Acionistas da Compagas.

”A decisão da companhia levou em consideração a valoração do ativo e o objetivo estratégico de manter o foco no seu core business de energia elétrica”, explica a Copel em comunicado.

A Compagas é a concessionária responsável pela distribuição de gás natural canalizado no Estado do Paraná, tendo como acionistas a Copel, com 51% das ações, a Gaspetro, com 24,5%, e a Mitsui, com 24,5%.

Relacionados:

► Alta do IOF não resolve Bolsa Família e tem tom eleitoreiro, dizem economistas► Semana inicia com forte aversão ao risco para os principais mercados mundiais

Leia mais: