clique para ir para a página principal

Poupança financeira das famílias voltou a crescer com mais força no ano de 2021, diz Fipe

Atualizado em -

Poupança financeira das famílias voltou a crescer com mais força no ano de 2021, diz Fipe Freepik
► Setor externo será principal motor para crescimento do Brasil em 2022, diz OCDE► Possível acordo no caso Evergrande melhora sentimento do mercado

De acordo com o levantamento inédito feito pelo Centro de Estudos de Mercados de Capitais (Cemec) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), a poupança financeira das famílias voltou a crescer com mais força no ano de 2021.

A variação foi de R$ 117 bilhões, abaixo dos R$ 171 bilhões do segundo trimestre de 2020, mas revertendo a tendência de desaceleração dos meses anteriores de R$ 74,19 bilhões no quarto trimestre de 2020 e R$ 23,52 bilhões no primeiro trimestre de 2021. O valor acumulado do ano de 2020 foi de R$ 333,8 bilhões, que se compara ao valor negativo de R$ 3,4 bilhões acumulados em 2019.

O cenário da poupança financeira das famílias em 2021 está relacionado a dois fatores: circunstancial - devido ao isolamento social, que restringe alternativas de consumo, especialmente de serviços - e precaucional, por causa das incertezas.

”É interessante registrar que na hipótese da ocorrência de resultados favoráveis de atenuação da pandemia e avanço da vacinação ao longo do segundo semestre de 2021, pode induzir a destinação de alguma parcela dos R$ 329 bilhões de poupança financeira acumulada em 2020 para o consumo”, ressalta a pesquisa.

É provável que as famílias passem a utilizar parcelas da poupança financeira acumulada durante o ano para reforçar a demanda de consumo, especialmente daqueles itens que sofreram o maior impacto do distanciamento social como é o caso de serviços em geral e bens nos quais o contato físico com os produtos é fator relevante na decisão de compra.

Relacionados:

► Setor externo será principal motor para crescimento do Brasil em 2022, diz OCDE► Possível acordo no caso Evergrande melhora sentimento do mercado

Leia mais: