clique para ir para a página principal

Quinta-feira começa com repercussão da decisão do Copom de elevar Selic

Atualizado em -

 Quinta-feira começa com repercussão da decisão do Copom de elevar Selic Standret/Freepik
► Demanda por crédito cai 7,9% em agosto e registra maior retração do ano, diz Serasa► Ibovespa e dólar sobem, após alívio em caso Evergrande e divulgação da política monetária do Fomc

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Nesta quinta-feira (23), a sessão é novamente de alta para os mercados internacionais, pelo terceiro pregão seguido, tanto por conta dos menores temores com relação à dívida da Evergrande quanto no embalo da decisão de política monetária do Federal Reserve, que manteve os juros e iniciou a discussão sobre redução de estímulos sem causar impacto negativo no mercado.

Por aqui, a atenção ainda é para a repercussão da decisão do Comitê de Política Monetária (Copom), que elevou a taxa Selic de 5,25% para 6,25%, antevendo um ajuste de mesma magnitude para a próxima reunião. Ainda no noticiário econômico, atenção para os dados de arrecadação de agosto.

Internacional

Sobre os mercados mundiais, nos EUA os índices Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq indicam altas de 0,52%, 0,59% e 0,61%, respectivamente. Na quarta-feira (22), o Federal Reserve anunciou que decidiu manter as taxas referenciais de juros, próximas a zero. O banco central americano não indicou uma intenção imediata de remover políticas de estímulos. Em sua declaração após as reuniões, o Fed afirmou que “Se o progresso continuar em linha como esperado, o Comitê acredita que a moderação no ritmo de compra de ativos será, em breve, implementada”. O banco central não citou, no entanto, um cronograma para a redução no ritmo de compra de ativos, atualmente em US$ 120 bilhões mensais.

Já na entrevista, Jerome Powell, presidente do Fed, foi um pouco mais hawkish (com uma linguagem mais apertada) que o esperado, ao dizer que poderia começar a reduzir, já em novembro, o programa de compra de títulos. Conforme as condições econômicas melhoram, 9 dos 18 membros do Comitê Federal do Mercado Aberto (Fomc na sigla em inglês) veem uma primeira alta em 2022, frente a 7 em junho.

Ontem, o Dow avançou 1% em sua primeira sessão positiva dentre as últimas cinco, e em seu melhor desempenho desde julho de 2020. O S&P avançou 0,95%, também encerrando uma série de quatro dias de perdas. E o Nasdaq fechou a sessão com alta de 1,02%. Na semana, no entanto, o Dow acumula queda de 0,94%; o S&P recua 0,84%; e o Nasdaq perde 0,98%. No mês de setembro, que é tradicionalmente difícil para o mercado acionário, as bolsas americanas acumulam quedas de ao menos 2% cada uma.

Às 9h30 desta quinta-feira, o Departamento de Emprego dos Estados Unidos divulgará dados iniciais sobre pedidos de seguro-desemprego.

Hoje, as bolsas asiáticas tiveram em sua maioria altas. Investidores continuam a monitorar a situação do China Evergrande Group, que passa por uma crise. O índice Hang Seng, de Hong Kong, voltou a funcionar após um feriado na quarta-feira, e avançou 1,19%. No dia de hoje, a agência internacional de notícias Reuters divulgou que o presidente do grupo Evergrande afirmou que a prioridade principal da empresa é ajudar gestores de investimentos a compensarem seus produtos. Mas continua a haver questões sobre se a incorporadora chinesa pagará os juros sobre um título denominado em dólar. Os papéis do Evergrande avançaram 17,62%, após dois dias de perdas e ainda registrando uma queda de 80% no ano até o momento.

Embora a orientação regulatória ofereça poucas pistas sobre qual será o passo dado pela Evergrande, sugere que o governo da China deseja evitar um colapso iminente da incorporadora, o que poderia sacudir os mercados financeiros e reduzir o crescimento econômico. Qualquer sinal de que o governo de Pequim está tomando medidas para que a Evergrande tenha mais tempo para administrar seus problemas de dívida pode acalmar investidores na China e no mundo. As ações do banco HSBC listadas em Hong Kong avançaram 2,45%, após o CEO da empresa afirmar que não vê impacto direto dos problemas da dívida do Evergrande, segundo informações da Reuters. Na China continental, o Shanghai composto avançou 0,38%; na Coreia do Sul, o Kospi perdeu 0,41%. No Japão, os mercados estão fechados por conta de um feriado.

Nesta quinta-feira, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, avança 0,7%. Todos os setores operam em território positivo. Durante a manhã, foi divulgado o índice do gerente de compras (PMI em inglês) da Zona do Euro composto Markit relativo a setembro, que marcou 56,1 pontos, abaixo da expectativa de analistas, de 58,5 pontos, e do patamar anterior, de 59 pontos.

Brasil

No Brasil, o último pregão de ações encerrou com alta de 1,84%, a 112.282 pontos com volume financeiro negociado de R$ 35,924 bilhões. Na máxima, o benchmark chegou a bater 113.321 pontos. Enquanto isso, o dólar comercial subiu 0,34% a R$ 5,303 na compra e a R$ 5,304 na venda.

O Banco Central confirmou as expectativas e elevou a Selic em 1 ponto, para 6,25%, além de indicar que pretende manter o ritmo de aperto na próxima reunião. A decisão veio em linha com o esperado depois da sinalização dada por Roberto Campos Neto de que não iria acelerar o movimento. Entretanto, os analistas estão divididos sobre a indicação emitida pela autoridade monetária. Enquanto alguns analistas destacaram que o BC não indicou aceleração do ritmo de alta da Selic, outros economistas apontam que o Copom foi hawkish (quando existe a intenção de aumentar ou manter elevadas as taxas de juros do país) ao afirmar que o ciclo de aperto deve avançar no “território contracionista”, sinalizando que não há restrição para a taxa de juro final. Os analistas destacaram ainda a intenção do Copom de ganhar tempo para avaliar a conjuntura e o impacto dos choques.

Como destaque, em quarentena em Nova York após ter sido diagnosticado na terça-feira (21) com Covid-19, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, passa bem e está assintomático, disse ontem o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz. Ele acompanhava o presidente Jair Bolsonaro na abertura da Assembleia-Geral das Nações Unidas, Bolsonaro e outros membros da comitiva presidencial, por sua vez, retornaram ao Brasil na manhã de quarta-feira.

Commodities

Sobre as commodities, o minério de ferro negociado na bolsa de Dalian (China) fechou em alta de 3,89%, a 667 yuan por tonelada, ou US$ 103,35. O petróleo Brent é negociado com queda de 0,42%, a US$ 75,87 o barril.

Corporativo

No contexto corporativo, a Ultrapar (UGPA3) anunciou hoje o início de processo de sucessão de seus principais postos executivos e mudança na presidência de sua maior unidade de negócios, a rede de postos de combustíveis Ipiranga. A companhia afirmou em fatos relevantes ao mercado que o vice-presidente comercial da Ipiranga, Leonardo Remião Linden, foi eleito novo presidente-executivo da rede, no lugar de Marcelo de Araújo, que assumirá a diretoria executiva corporativa e de participações da holding. As mudanças serão implementadas em outubro.

O conselho de administração do Hapvida (HAPV3) recebeu carta de renúncia ao cargo de vice-presidente comercial e de relacionamento de Candido Pinheiro Koren de Lima Junior, um dos controladores da companhia, com efeito a partir de dezembro de 2021. Para assumir a função, foi escolhido Lício Tavares Angelo Cintra, membro do conselho de administração da companhia desde abril de 2021.

Ontem, a Klabin (KLBN4) informou a morte do presidente do conselho de administração, Armando Klabin, aos 89 anos, no Rio de Janeiro. O executivo é considerado um dos que impulsionaram no início dos anos 2000 a companhia a focar no ramo de embalagens. Atualmente, a Klabin é a maior produtora de papel para embalagens do país, tendo ingressado também em produção de celulose. A companhia não informou a causa da morte.

Relacionados:

► Demanda por crédito cai 7,9% em agosto e registra maior retração do ano, diz Serasa► Ibovespa e dólar sobem, após alívio em caso Evergrande e divulgação da política monetária do Fomc

Leia mais: