clique para ir para a página principal

Twitter libera envio de dinheiro a usuários pela rede social

Atualizado em -

Twitter libera envio de dinheiro a usuários pela rede social Pexels
► Saiba como funciona o sistema de segurança do WhatsApp Pay e como ativar o recurso► Twitter planeja implementar Bitcoins como forma de "gorjeta" para criadores de conteúdo

Nesta quinta-feira (23), o Twitter anunciou uma nova funcionalidade de bonificação, onde os usuários poderão enviar dinheiro a outras pessoas e organizações na própria rede social. O recurso já está disponível para o sistema iOS, da Apple, e será disponibilizado para o Android nas próximas semanas.

Será possível ver que um usuário ativou a função ao ver um ícone do lado do botão “seguir” na página de perfil. No Brasil, as transações serão feitas através do aplicativo PicPay.

“As pessoas já costumam colocar link para perfis de pagamento em suas bios (biografia, na página do perfil) e tuítes, por exemplo. Esse processo se torna mais fácil com as bonificações, já que o recurso oferece um ponto fixo na sua página de perfil para vincular sua conta no PicPay”, explicou Esther Crawford, gerente de produto da rede social.

O Twitter informou que não receberá nenhuma porcentagem com as transações entre os usuários.

Em El Salvador e nos Estados Unidos, as bonificações poderão ser enviadas como criptomoedas pelo Strike, aplicativo de pagamentos por bitcoins gratuito. Por enquanto, tal modalidade ainda não está disponível no Brasil.

Super Follows

Além da nova função de transações, o Twitter também anunciou uma ferramenta que permite aos influenciadores da plataforma cobrarem uma assinatura mensal aos seus seguidores.

Como o Mercado1Minuto apontou aqui, a novidade foi chamada de Super Follows e tem como objetivo auxiliar o criador de conteúdo. O recurso é específico para o compartilhamento de conteúdo exclusivo entre os seguidores.

Segundo Crawford, a função é destinada a pessoas que trazem perspectivas e particularidades únicas ao Twitter, contribuindo para provocar conversas públicas de interesse da comunidade.

Com o recurso, será possível definir uma assinatura mensal de US$ 2,99, US$ 4,99 ou US$ 9,99 por mês. Por enquanto, a funcionalidade está sendo testada por grupos específicos nos Estados Unidos.

Relacionados:

► Saiba como funciona o sistema de segurança do WhatsApp Pay e como ativar o recurso► Twitter planeja implementar Bitcoins como forma de "gorjeta" para criadores de conteúdo

Leia mais: