clique para ir para a página principal

Locaweb compra Squid, plataforma para influenciadores, por R$ 176,5 milhões

Atualizado em -

Locaweb compra Squid, plataforma para influenciadores, por R$ 176,5 milhões Divulgação/Locaweb
► Pepsico tem lucro de US$ 2,243 bilhões no 3º trimestre e eleva 'guidance'► Opep+ aumenta produção de petróleo em 400 mil barris por dia; temores sobre inflação continuam

A Locaweb (LWSA3) anunciou nesta terça-feira (05) a compra da Squid Digital Media Channel, empresa que conecta influenciadores digitais e criadores de conteúdo às marcas para campanhas de marketing.

De acordo com a companhia, o valor da aquisição é de aproximadamente R$176,5 milhões e está sujeito a determinados ajustes de dívida líquida e capital de giro.

A Squid foi fundada em 2014 e atua no segmento de Creators Economy no Brasil automatizando todo o processo de identificação, recrutamento, gestão e pagamento de influenciadores digitais, auxiliando marcas e empresas a impulsionarem o resultado de suas campanhas.

A companhia possui mais de 100 mil influenciadores em sua base e conta com uma receita anual recorrente superior a R$ 100 milhões.

”Com essa transação, a Locaweb consolida ainda mais seu ecossistema de soluções tecnológicas, fortalecendo o portfólio de social commerce e live commerce, com forte e imediata sinergia com todos os clientes da Locaweb”, afirma a companhia em comunicado.

Os sócios fundadores da Squid, Felipe Oliva e Carlos Tristan, permanecerão na operação junto com seus colaboradores. Dependendo do atingimento de determinadas metas financeiras os vendedores terão o direito a receber eventual earnout (parcela correspondente ao pagamento da parte do preço de aquisição de uma empresa) conforme definido no contrato.

Eletromidia compra NOALVO

Nesta segunda-feira (4), a Eletromidia anunciou ao mercado em geral e aos seu acionistas que a sua subsidiária chamada Elemidia Consultoria e Serviços de marketing concluiu a aquisição de 100% do capital social da NoAlvo Serviços de Intermediação e Comunicação, startup brasileira focada no setor de mídia out-of-home (OOH).

Segundo o comunicado da empresa, a NoAlvo é provedora de uma plataforma que conta com um sistema de planejamento de campanhas, que cruza dados geolocalizados de dispositivos móveis com pontos físicos de mídia, de forma que é possível determinar os endereços para se anunciar considerando um determinado público alvo, proporcionando dados e métricas para anunciantes.

"A transação trará sinergias importantes, nas quais a Eletromidia poderá (i) alavancar suas vendas com a expansão da presença em sua base atual de clientes através de uma melhor experiência de planejamento, venda e pós-venda; (ii) acessar novos clientes que não investem de forma relevante em mídia out-of-home pela falta de métricas disponibilizadas, fato inerente ao mercado de mídia out-of-home tanto no cenário nacional como no internacional; e (iii) complementar seu time de tecnologia com profissionais especialistas no mercado OOH, com know-how e expertise comprovados", explica a Eletromidia, em comunicado.

Relacionados:

► Pepsico tem lucro de US$ 2,243 bilhões no 3º trimestre e eleva 'guidance'► Opep+ aumenta produção de petróleo em 400 mil barris por dia; temores sobre inflação continuam

Leia mais: