clique para ir para a página principal

Bradesco compra participação restante de 49,99% em Banco Digio do Banco do Brasil

Atualizado em -

Bradesco compra participação restante de 49,99% em Banco Digio do Banco do Brasil Egberto Nogueira | Folha Metropolitana
► Bradesco registra lucro de R$ 6,3 bilhões no 2T21, salto de 63% em relação a 2020► Bancos fecham 1.647 agências e demitem 15 mil em 2021; Total de agentes autônomos cresce 51% em um ano

(Estadão Conteúdo) - O Bradesco (BBDC4) fechou contrato de compra de participação restante de 49,99% no Banco Digio por R$ 625 milhões, passando a deter, indiretamente, 100% do capital social da empresa. A operação foi realizada entre a Bradescard Elo e a BB Elo.

Segundo o fato relevante do Bradesco, o Digio é um banco digital, que disponibiliza aos seus clientes pessoas físicas uma "experiência diferenciada" para realização de suas atividades financeiras e de pagamentos.

Atualmente, o Digio tem aproximadamente 2 milhões de cartões de crédito e também oferece contas e crédito pessoal aos seus clientes. A sua carteira de crédito é da ordem de R$ 2,5 bilhões.

"Essa transação está alinhada com a estratégia do Bradesco de investir em empresas digitais, complementando de maneira diversificada a sua atuação e atingindo variados públicos, com diferentes modelos", afirma o Bradesco.

De acordo com o Banco do Brasil, o impacto estimado no resultado do BB é de aproximadamente R$ 175 milhões, via equivalência patrimonial, e não há efeito material no capital.

Relacionados:

► Bradesco registra lucro de R$ 6,3 bilhões no 2T21, salto de 63% em relação a 2020► Bancos fecham 1.647 agências e demitem 15 mil em 2021; Total de agentes autônomos cresce 51% em um ano

Leia mais: