clique para ir para a página principal

Anbima disponibiliza dados de CRIs e CRAs em plataforma com histórico do mercado de capitais

Atualizado em -

Anbima disponibiliza dados de CRIs e CRAs em plataforma com histórico do mercado de capitais Pexels
► Quais as vantagens e as desvantagens das LCIs e LCAs?► Acesso a linhas de créditos rurais ajuda produtores a investirem em novas safras

O ANBIMA Data, plataforma que reúne informações gratuitas do mercado de capitais, ajustou seu sistema com dados para consultas das operações de CRIs (Certificados de Recebíveis Imobiliários) e CRAs (Certificados de Recebíveis do Agronegócio). A partir de agora, o banco de dados conta com atualizações diárias de informações como: características dos CRIs e CRAs, incluindo condições de cada série e da emissão; documentos da oferta, como termo de securitização, as garantias e lastros; preços dos papéis, tanto as taxas indicativas quanto histórico dos preços unitários; e uma agenda de eventos que podem afetar o valor destes ativos.

"A disponibilização dos dados de CRIs e CRAs no ANBIMA Data é mais um passo importante para o fomento da transparência no segmento de securitização. O projeto contou com o mapeamento das necessidades do mercado para oferecermos uma solução completa aos profissionais e aos investidores", afirma Érika Lacreta, gerente de Representação de Estruturação de Mercado de Capitais.

Segundo comunicado divulgado pela Anbima, a inclusão dos CRIs e CRAs na base da plataforma ocorre gradativamente: na primeira fase estão disponíveis papéis que já são precificados na associação, ou seja, aqueles com o maior número de negociações. No total, são 73 ativos, sendo 52 CRAs e 21 CRIs. A etapa seguinte contará com a inclusão das informações de outras ofertas em mercado, ampliando cada vez mais a cobertura de dados do setor.

A nova mudança complementa também as atuais funcionalidades da ferramenta, como a busca e a comparação dos estoques de debêntures e de fundos de investimento e as calculadoras de ativos (incluindo os de securitização).

CRIs e CRAs

Os Certificados de Recebíveis são títulos de renda fixa. Ao adquirir um destes investimentos, você está contribuindo para um montante de créditos que é concedido para financiar projetos imobiliários, no caso do CRI, ou projetos do agronegócio, no caso do CRA. Como retorno, você recebe o valor que emprestou com juros e correção monetária em um prazo determinado no momento da compra.

Um exemplo: uma empreiteira deseja construir um prédio e, para isso, decide vender suas unidades. Os compradores financiam esses apartamentos ainda na planta. Isso significa que a empresa vai receber o pagamento total dos futuros proprietários ao longo dos anos, porém ela precisa desse dinheiro agora para começar a construção. Ela então vai atrás de uma companhia securitizadora que transforma essas vendas a prazo em títulos que são negociáveis no mercado. Este é o CRI. A mesma lógica vale para o CRA, que pode ser utilizado para renovação de maquinário de campo, por exemplo.

Para saber mais sobre como funcionam os CRIs e CRAs, leia o artigo educacional do Mercado1Minuto.

Relacionados:

► Quais as vantagens e as desvantagens das LCIs e LCAs?► Acesso a linhas de créditos rurais ajuda produtores a investirem em novas safras

Leia mais: