clique para ir para a página principal

Lucro do Santander tem alta de 12,5%, totalizando R$ 4,340 bilhões no trimestre

Atualizado em -

Lucro do Santander tem alta de 12,5%, totalizando R$ 4,340 bilhões no trimestre Divulgação/Santander
► Getnet ingressa na B3 e ações chegam a saltar mais de 464% no intraday► Banco Inter chega a 14 milhões de clientes e registra avanço de 149% nas receitas totais do 3T21

No terceiro trimestre deste ano, o Santander (SANB11) registrou um lucro líquido gerencial de R$ 4,340 bilhões, representando um crescimento de 12,5% em relação ao mesmo período de 2020. Em comparação com o trimestre anterior, a alta foi de 4,1%.

O lucro líquido societário da empresa ficou em R$ 4,272 bilhões entre julho e setembro, com alta de 12,1% na base anual, enquanto o retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) foi de 22,4%, maior patamar histórico.

A margem financeira bruta do Santander foi de R$ 14,617 bilhões no terceiro trimestre, alta de 8,9% em relação ao terceiro trimestre de 2020, e a margem financeira líquida atingiu R$ 10,9 bilhões no período, aumento de 8,3% na mesma base de comparação.

O resultado de provisão para créditos de liquidação duvidosa somou R$ 3,676 bilhões, aumento de 26,1% no ano e de 10,6% no trimestre. Já a carteira de crédito totalizou R$ 450,2 bilhões em setembro de 2021, com destaque para a carteira de pessoa física e PMEs.

De acordo com o documento, as receitas de prestação de serviços e tarifas bancárias atingiram R$ 4,831 bilhões, com alta de 2,8% no trimestre e de 13,4% em 12 meses, enquanto as despesas gerais totalizaram R$ 5,480 bilhões, com avanço de 7,3% no trimestre e de 7,4% em 12 meses.

Segundo o Santander, os bons resultados foram impulsionados pela boa performance da margem financeira e de comissões, ambas suportadas pelo aumento da base de clientes, com maior transacionalidade.

”Atingimos a melhor rentabilidade da nossa história, 22,4% no 3T21, suportada pela evolução da nossa base de clientes, com velocidade na conquista, em que alcançamos mais um recorde, e acelerado ritmo de vinculação”, ressalta em comunicado.

Por fim, as despesas aumentaram 7,4% no ano, abaixo da inflação em 12 meses, porém com crescimento de 7,3% no trimestre, resultando um patrimônio líquido de R$ 78,8 bilhões em setembro de 2021, com um crescimento de 2,7% em comparação ao mesmo trimestre de 2020.

Relacionados:

► Getnet ingressa na B3 e ações chegam a saltar mais de 464% no intraday► Banco Inter chega a 14 milhões de clientes e registra avanço de 149% nas receitas totais do 3T21

Leia mais: