clique para ir para a página principal

Advent negocia compra da McAfee por US$ 14 bilhões

Atualizado em -

Advent negocia compra da McAfee por US$ 14 bilhões Shutterstock
► Mercado de consórcio bate recorde de contratos pela primeira vez em 60 anos► Ataque cibernético afeta sistemas da Porto Seguro; CVC retoma operações

Nesta segunda-feira (08) a McAfee afirmou que um consórcio liderado pela empresa de private equity, a Advent, fechará o capital da empresa de segurança cibernética em um negócio de US$ 14 bilhões de dólares.

O acordo surgiu na esteira do impulso do trabalho remoto consequente da pandemia da Covid-19 e pelo o aumento nos ataques cibernéticos, que estimulou a demanda por antivírus e softwares de segurança.

Como parte da operação, o grupo de investidores comprará todos os papéis ordinários da McAfee em circulação por US$ 26 cada, em um negócio totalmente em dinheiro. Atualmente, o patrimônio líquido da companhia de segurança cibernética é avaliada em cerca de US$ 12 bilhões.

O preço de compra representa um prêmio de 22,6% sobre o preço de fechamento da ação da McAfee em 4 de novembro. O consórcio liderado pela Advent deve ser finalizado no primeiro semestre de 2022 e também inclui as firmas Advent International Corp., Permira Advisers e Crosspoint Capital Partners, Canada Pension Plan Investment Board, GIC Private Limited e uma subsidiária integral da Autoridade de Investimentos de Abu Dhabi.

FireEye

No início do mês passado, a McAfee Enterprise e a FireEye Products anunciaram uma fusão em uma única entidade com quase US$ 2 bilhões em receita após o fechamento da aquisição do negócio de produtos da FireEye pelo Symphony Technology Group.

Em agosto deste ano, a McAfee afirmou a venda da sua unidade de negócios corporativos (Enterprise Business) para o Symphony Technology Group (STG) por US$ 4 bilhões. Na época, os analistas do setor não ficaram surpresos, mas não achavam que o negócio faria muito pelos consumidores ou clientes corporativos da empresa.

Quem tomou a frente da operação foi o CEO Bryan Palma, que se juntou à FireEye como vice-presidente executivo em fevereiro deste ano. Palma gerenciará a fusão juntamente à Ian Halifax, que ingressou na McAfee como diretor financeiro e será CFO da entidade combinada.

Devido à operação, a FireEye mudou seu nome corporativo e foi lançada como “Mandiant”. O símbolo do bilhete na Nasdaq para ações ordinárias também teve alterações e agora é “MNDT”.

Relacionados:

► Mercado de consórcio bate recorde de contratos pela primeira vez em 60 anos► Ataque cibernético afeta sistemas da Porto Seguro; CVC retoma operações

Leia mais: