clique para ir para a página principal

Após Elon Musk perguntar se deve vender 10% da Tesla, ações da empresa caem 7%

Atualizado em -

Após Elon Musk perguntar se deve vender 10% da Tesla, ações da empresa caem 7% Mike Blake/Reuters
► Com alta de 389%, Tesla registra lucro líquido de US$ 1,61 bilhão no 3T21► Em meio à crise de oferta, Volkswagen volta a ter lucro na América Latina

No último sábado (06), o CEO e fundador da Tesla (TSLA34), Elon Musk, movimentou a internet perguntando aos seus 62,8 milhões de seguidores do Twitter se deveria vender 10% de suas ações da companhia.

Com mais de 3,5 milhões de votos, 57,9% dos seguidores votaram que o bilionário deveria vender seus papéis, enquanto 42,1% não concordaram. A venda equivale a cerca de US$ 21 bilhões e Elon afirmou que seguiria o resultado escolhido pela maioria.

"Ultimamente, muito se fala de ganhos não realizados serem um meio de evasão fiscal, então proponho vender 10% de minhas ações da Tesla. Você apoia isso?", diz Musk em tuíte.

A enquete feita por Musk acontece quando o fundador da Tesla tem criticado a proposta de políticos dos Estados Unidos de instituir imposto sobre ganhos de capital não realizados dos bilionários.

Segundo o Índice de Bilionários da Bloomberg, atualmente, Musk é a pessoa mais rica do mundo com uma fortuna estimada em US$ 338 bilhões, após a valorização das ações de sua empresa de veículos elétricos, que subiu 190% no ano passado e cerca de 3.100% nos últimos cinco anos.

Em uma sequência de tuites após a enquete, o empresário afirmou que não recebe salário em dinheiro ou bônus de qualquer lugar, possuindo apenas ações.

“A única maneira de pagar impostos pessoalmente é vendendo ações”, explicou.

De acordo com a CNBC, canal de assinatura dedicado a notícias de negócios, o real motivo da venda das ações é que Musk terá que pagar US$ 15 bilhões em impostos nos próximos meses, independentemente do resultado da enquete feita no Twitter.

O economista francês e autor do livro “A Riqueza Oculta das Nações: O Flagelo dos Paraísos Fiscais”, Gabriel Zucman, rebateu a enquete feita por Elon Musk:

“Ansioso pelo dia em que a pessoa mais rica do mundo não dependa de uma enquete do Twitter para pagar seus impostos”, disse em um tuíte.

Segundo a Bloomberg, após o tuíte de Elon Musk, o valor das ações da Tesla caiu 7,2% em relação com o fechamento de sexta-feira (5) em Nova York e 4% no pré-mercado nesta manhã. Na bolsa de Frankfurt a empresa abriu em queda de 6,2%.

Relacionados:

► Com alta de 389%, Tesla registra lucro líquido de US$ 1,61 bilhão no 3T21► Em meio à crise de oferta, Volkswagen volta a ter lucro na América Latina

Leia mais: