clique para ir para a página principal

GOL registra perdas de R$ 2,52 bilhões no 3T21 após participação de minoritários

Atualizado em -

GOL registra perdas de R$ 2,52 bilhões no 3T21 após participação de minoritários Divulgação / GOL
► Fitch aumenta nota de crédito da Gol com perspectiva estável► Embraer fecha acordo com NetJets, controlada pela Berkshire; GOL divulga novas projeções do 3T21

Segundo dados divulgados pela GOL (GOLL4) nesta terça-feira (9), o balanço do 3T21 teve um prejuízo líquido. A empresa registrou perdas de R$ 2,52 bilhões após participação de minoritários, ante -R$ 1,69 bilhão computado no período homólogo de 2020.

No entanto, a receita líquida quase dobrou, atingindo R$ 1,91 bilhão. O resultado foi positivamente impactado pelo aumento significativo de voos realizados no trimestre, além da receita de transporte de cargas, que cresceu 53,9%.

Em relação à quantidade de voos, as descolagens da companhia saltaram 87,3%, atingindo 53% dos níveis pré-pandêmicos, derivado do aumento da taxa de vacinação. Com isso, a GOL está aumentando sua malha aérea, retomando destinos nacionais e atendendo novos mercados.

Deste modo, a capacidade estimada para o 4T21 da companhia subiu 29% em relação ao fim do ano de 2020. Para acompanhar a demanda, a empresa terá no quarto trimestre 102 aeronaves operando em sua malha, representando o dobro da frota média operada no ano anterior e um aumento de 36% em relação ao terceiro trimestre.

O Ebitda totalizou um montante negativo de R$ 370,1 milhões, representando um aumento de 81,6% em relação ao valor de -R$ 204,1 milhões registrado em 2020. Sob a base ajustada, o indicador teve um aumento positivo de R$ 6,38 milhões.

Relacionados:

► Fitch aumenta nota de crédito da Gol com perspectiva estável► Embraer fecha acordo com NetJets, controlada pela Berkshire; GOL divulga novas projeções do 3T21

Leia mais: