clique para ir para a página principal

NuSócios começa a distribuir 20 milhões de BDRs nesta terça-feira (09)

Atualizado em -

NuSócios começa a distribuir 20 milhões de BDRs nesta terça-feira (09) Divulgação / Nubank
► Nubank anuncia nova funcionalidade que permite negociar ações na B3 ► IPO do Nubank terá listagem na B3 e valor de mercado deve ir até US$ 70 bilhões

Nas vésperas da chegada da Oferta Pública Inicial (IPO) prevista para dezembro, os clientes do Nu Invest - plataforma de investimentos da Nubank - puderam tornar-se sócios do banco digital a partir das 10h desta terça-feira (9) ao acessar o próprio aplicativo.

Agora, os usuários poderão ter acesso à aquisição de um Brazilian Depositary Receipts (BDR), sob código de negociação “NUBR33” na B3 (Bolsa de Valores brasileira). Até então, os BDRs disponibilizados não possuem custo. No entanto, os investidores podem negociá-los após 12 meses, também podendo decidir em mantê-los ou vendê-los.

Segundo o prospecto da empresa, estima-se que o preço por BDR estará situado entre R$ 9,35 e R$ 10,29. Além disso, a alocação para o programa é de 20.617.614 BDRs, no valor total de R$ 202,5 milhões.

Em nota, a fintech disse que o “pedacinho” do programa “dono de um pedaço” representará 1/6 de uma ação ordinária classe A da Nu Holdings, empresa líder do grupo Nubank. Entretanto, o valor dos papéis devem ser confirmados ao final do IPO, mas os especialistas do mercado estimam que deve ficar situado entre US$ 10 e US$ 11 listados na NYSE.

Em um todo, o valor da oferta global é calculado em US$ 3 bilhões, aproximadamente R$ 16 bilhões. Conforme o balanço do terceiro trimestre, o banco alcançou 35,3 milhões de clientes ativos mensais.

O Nubank ressalta que a iniciativa tem como objetivo dar oportunidade para que os usuários comecem a investir não só em renda fixa, como em renda variável.

“É uma chance de o cliente entrar no universo da Bolsa de Valores com a pontinha do pé, sem ter que desembolsar nada por isso. E, a partir daí, entender mais sobre investimentos como um todo na prática”, explicou a instituição.

IPO

Como o Mercado1Minuto apontou aqui, a fintech também divulgou ao mercado o protocolo público do seu pedido de oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) na Securities and Exchange Commission (SEC, o regulador do mercado de capitados dos Estados Unidos). O código da empresa será “NU” na bolsa novaiorquina.

Segundo o cronograma protocolado na Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o início do “roadshow” (apresentação da oferta) para investidores brasileiros foi no dia 8 de novembro e o período de reserva acontecerá entre os dias 17 de novembro e 7 de dezembro. Já o roadshow para investidores estrangeiros começará no dia 30 de novembro, a mesma data do início do processo de “bookbuilding” (coleta de intenções de investimentos).

O encerramento do bookbuilding e a fixação dos preços por BDR acontecerão no dia 8 de dezembro. Logo após, ocorrerá a concessão do registro da oferta pela CVM e o início da negociação das BDRs na B3 no dia 9 de dezembro. A data de liquidação será no dia 10 de dezembro e o limite para a disponibilização do anúncio de encerramento será no dia 9 de junho de 2022.

Relacionados:

► Nubank anuncia nova funcionalidade que permite negociar ações na B3 ► IPO do Nubank terá listagem na B3 e valor de mercado deve ir até US$ 70 bilhões

Leia mais: