clique para ir para a página principal

Após queda de ontem (10), sessão inicia com leve alta para os principais mercados mundiais

Atualizado em -

 Após queda de ontem (10), sessão inicia com leve alta para os principais mercados mundiais Shutterstock
► Com a maior alta para o mês desde 2002, IPCA vai a 1,25% em outubro► Ibovespa encerra o dia em alta de +0,41% cotado aos 105.967 pontos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Nesta quinta-feira (11), a sessão é de leve alta para os principais mercados mundiais em seguida da queda de ontem (10), após os dados de inflação acima do esperado nos EUA terem aumentado a aversão ao risco do mercado na última sessão.

Ainda em destaque, estão as notícias mais positivas sobre a gigante de construção Evergrande, com informações de que ela teria realizado pagamentos de parte de sua dívida. De acordo com informações do jornal The New York Times, ela quitou dois títulos em aberto, evitando a falência. O alívio se reflete na alta do minério em Dalian (China), com ganhos de quase 7%.

Na agenda doméstica, atenção para os dados de vendas no varejo de setembro e para a intensa temporada de resultados.

Os destaques dos números ficam para Via (VIIA3), JBS (JBSS3), BRF (BRFS3), Oi (OIBR3;OIBR4), entre outras. Depois do fechamento serão conhecidos os números de Magazine Luiza (MGLU3), Americanas (LAME4), IRB (IRBR3), Renner (LREN3), Qualicorp (QUAL3), Sabesp (SBSP3), Natura (NTCO3), B3 (B3SA3), entre mais companhias.

Internacional

Sobre os mercados mundiais, nos EUA os índices futuros Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq indicam altas de 0,12%, 0,36% e 0,64%, respectivamente. Na quarta-feira, o setor de tecnologia teve fortes vendas, com quedas de Amazon (AMZO34); Apple (AAPL34); Netflix (NFLX34); Microsoft (MSFT34); Alphabet (GOGL34), dona do Google; e Meta Platforms (FBOK34), dona do Facebook. Os papéis da Disney (DISB34) caíram mais de 4% nos pós market após a empresa de mídia ter faturamento bruto e líquido abaixo do esperado em seus resultados trimestrais. O número de assinantes também ficou abaixo das estimativas. O S&P perdeu 0,8%; o Nasdaq perdeu 1,7%; e o Dow Jones perdeu 240 pontos, com resultados abaixo do esperado de Salesforce (SSFO34) e Nike (NIKE34).

As quedas ocorreram após a divulgação do índice de preços ao consumidor, que avançou 6,2% em outubro em comparação com o patamar de um mês antes, atingindo seu nível mais elevado em 30 anos. Na comparação mensal, o índice avançou 0,6%.

Hoje as bolsas asiáticas tiveram desempenhos variados entre si, com destaque positivo para a incorporadora China Evergrande após o veículo chinês de mídia Cailanshe reportar que diversos detentores de títulos da empresa receberam pagamentos devidos. Isso após notícias de que a gigante chinesa da construção teria deixado de honrar pagamento de juros de títulos de sua dívida que venceriam ontem, segundo comunicado da empresa alemã Deutsche Marktscreening Agentur (DMSA), de triagem de mercado, que é credora da construtora. Além disso, ontem, incorporadoras afirmaram que restrições sobre vendas de propriedades devem ser removidas na quinta-feira em Shenyang, capital da província de Liaoning, no norte da China.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, se mantém estável, com destaque negativo de papéis do setor de lazer e positivo do setor de recursos básicos. O índice de preços ao consumidor avançou 6,2% na comparação anual, acima da expectativa de 5,9% de economistas ouvidos pela Dow Jones. Na comparação mensal, o índice avançou 0,9%, frente à estimativa de 0,6%. Na agenda econômica, o Produto Interno Bruto do Reino Unido cresceu 1,3% sobre os três meses anteriores, taxa mais fraca desde que ficou sob lockdown no início de 2021.

Brasil

No Brasil, o último pregão de ações encerrou com alta de 0,41% aos 105.967 pontos. O índice futuro com vencimento em dezembro de 2021 subiu 0,53% para 106.595 pontos. Depois que o índice reduziu perdas, todo o mercado se inverteu. O dólar comercial, que chegou a cair mais de 1%, acabou terminando o dia em ligeira alta de 0,10% a R$ 5,500 na compra e na venda. O dólar futuro para dezembro de 2021 avançou 0,3% a R$ 5,515.

Como destaque, a decisão do STF de confirmar a liminar suspendendo as emendas, em ação apresentada por partidos de oposição, foi dada quando parlamentares oposicionistas acusam o governo de estar recorrendo a esses recursos para garantir votos a favor da PEC dos Precatórios. Na noite de terça-feira (09), a Câmara aprovou a PEC em segundo turno de votação. A proposta seguiu para o Senado e a expectativa é que seja votada pela Comissão de Constituição e Justiça e pelo plenário até o final de novembro.

Também ontem, a Comissão Mista de Orçamento (CMO) aprovou um projeto que abre espaço no orçamento da seguridade social em favor do Ministério da Cidadania no valor de R$ 9,3 bilhões com o objetivo de custear o Auxílio Brasil. O governo Jair Bolsonaro havia encaminhado esse projeto ao Congresso no final de outubro para viabilizar o remanejamento dos recursos. A proposta deverá ser apreciada hoje em sessão do Congresso Nacional.

Commodities

Sobre as commodities, o minério negociado na bolsa de Dalian (China) teve alta de 6,84%, a 570,5 iuanes, o equivalente a US$ 89,12. O petróleo Brent é negociado com 0,85%, a US$ 81,94 o barril.

Corporativo

No contexto corporativo, a JBS (JBSS3) registrou uma alta de 142% no lucro líquido no terceiro trimestre de 2021 na base de comparação anual, passando de R$ 3,312 bilhões para R$ 7,585 bilhões. Novamente o desempenho foi impulsionado pelas operações na América do Norte, que compensaram algumas adversidades no Brasil, conforme balanço divulgado na quarta-feira. No terceiro trimestre de 2021, a JBS registrou uma receita líquida consolidada de R$ 92,6 bilhões, o que representa um aumento de 32,2% em relação ao mesmo período de 2020. A companhia destacou ter registrado um crescimento em reais em todas as unidades de negócio: Seara (+38,2%), JBS Brasil (+35,3%), JBS USA Bovinos (+34,2%), JBS USA Suínos (+42,2%), e PPC (+21%).

A Via (VIIA3) registrou um lucro líquido ajustado de R$ 101 milhões no terceiro trimestre de 2021, número 1% maior do que os R$ 100 milhões registrados no mesmo período de 2020. Ao se levar em consideração a visão contábil, porém, o prejuízo da varejista foi de R$ 638 milhões, por conta de provisões para processos trabalhistas, que somaram R$ 810 milhões. Voltando à área operacional, a companhia viu sua receita líquida regredir 5,9% na base anual, ficando em R$ 7,3 bilhões. Segundo a Via, isso se deu por conta de um desempenho das lojas físicas, com o fechamento de 100 pontos físicos no último ano e com o avanço do e-commerce.

A Smartfit (SMFT3) reportou prejuízo líquido de R$ 141,5 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3T21), redução de 14% em relação ao mesmo período de 2020. De acordo com a empresa, a redução do prejuízo foi ocasionada pela elevação de R$ 28,3 milhões no Ebitda no período.

Por fim, a Allied (ALLD3) reportou lucro líquido de R$ 62,4 milhões no terceiro trimestre de 2021 (3T21), o que representa redução de 19% em relação ao mesmo período de 2020.

Relacionados:

► Com a maior alta para o mês desde 2002, IPCA vai a 1,25% em outubro► Ibovespa encerra o dia em alta de +0,41% cotado aos 105.967 pontos

Leia mais: