clique para ir para a página principal

Novo ano, nova carreira. Momento é ideal para entrar no mercado financeiro

Atualizado em -

Novo ano, nova carreira. Momento é ideal para entrar no mercado financeiro Thinkstock

O fim do ano é um momento importante para conferir quais metas foram realizadas e quais precisam ser estabelecidas no ano que vai começar. Quem está pensando em fazer uma transição de carreira e entrar para o mercado financeiro também pode se sentir motivado a começar o ano com uma nova meta profissional.

Seja pela insatisfação com o atual emprego ou simplesmente pela vontade de entrar em uma nova área, fazer uma transição de carreira é um passo importante e deve ser bem planejado.

Por onde começar?

Em primeiro lugar, é preciso fazer uma análise do seu perfil pessoal e profissional.

É importante começar respondendo perguntas chave como: por que estou insatisfeito hoje? Quais são as minhas habilidades pessoais? Qual é o meu objetivo de carreira a longo prazo? Como está o mercado de trabalho para a carreira que eu quero começar?

O autoconhecimento, o planejamento e a persistência fazem o caminho para a transição de carreira ser mais acertado.

Profissões

Dentro do mercado financeiro, existem diversas oportunidades de trabalho. Entre as mais promissoras, está a de Agente Autônomo de Investimentos (AAI), também chamado de assessor de investimentos. Responsável por ajudar o cliente a montar sua carteira de investimentos de acordo com seu perfil e seus objetivos, o profissional é cada vez mais procurado por escritórios para compor suas equipes.

Nos Estados Unidos, existem mais de 1 milhão de assessores de investimentos. No Brasil, esse número está em cerca de 12 mil profissionais. Isso significa que ainda há muito espaço para novos assessores e, se há interesse de mudar para essa carreira, esse é o momento ideal para fazer isso.

Vanessa Aratani Sudo é assessora de investimentos da VLGI e conta que viu na área de assessoria uma oportunidade de mudar de carreira. Administradora de formação, ela sempre trabalhou na área de departamentos financeiros de grandes empresas, mas começou a se especializar, tirou as certificações e decidiu se posicionar na área de investimentos.

"Hoje eu atuo na parte comercial e o que me move todos os dias é ver que a gente consegue de fato fazer a diferença na vida das pessoas, conseguindo de fato assessorá-los e fazer com que as pessoas consigam lidar de forma melhor com o seu recurso", explica ela.

Sobre os conselhos que daria para alguém que está pensando em se tornar assessor de investimentos, Vanessa afirma que é preciso gostar de pessoas e da rotina dinâmica da assessoria.

"O primeiro ponto é gostar de lidar com pessoas e saber que você pode de fato fazer diferença na vida delas. Acho que esse é o principal ponto. a dica é essa, entender essa nossa rotina comercial que é muito legal e dinâmica e tem muitas oportunidades de trocas com pessoas incríveis, com clientes e profissionais, e a gente tá cada vez mais se desenvolvendo", afirma.

Para se tornar um assessor, não há nenhuma exigência de formação. O profissional precisa apenas obter a certificação de Agente Autônomo de Investimentos da Ancord, responsável por credenciar o segmento. A prova dura 2 horas e meia e possui 80 questões objetivas de múltipla escolha.

Outra profissão com grande potencial de crescimento dentro do mercado financeiro é a de planejador financeiro. Para estar pronto para exercer essa atividade, o profissional deve obter o CFP – Certified Financial Planner. Segundo a Associação Brasileira de Planejadores Financeiros (Planejar), a CFP é “uma certificação internacional de distinção, de caráter não obrigatório, que prepara o profissional para o exercício da atividade de planejador financeiro pessoal”.

Além dessas, existem outras profissões na área de mercado financeiro nas quais você pode se encaixar. Veja algumas:

  • Analista de investimentos: dá suporte ao investidor a partir da análise das condições da economia e projeções de preços dos papeis, por exemplo.
  • Gestor de fundos: atua nas decisões de alocação de fundos de investimentos.

- Analista de private equity: analisa empresas que possam ser investidas no futuro a partir do monitoramento de uma área ou grupo de pessoas do mercado.

  • Confira abaixo um episódio do Mercado Cast sobre o mercado de trabalho para o assessor de investimentos:

Relacionados:

Leia mais: