clique para ir para a página principal

Em recuperação dos impactos de uma nova variante da Covid-19, semana inicia em alta

Atualizado em -

Em recuperação dos impactos de uma nova variante da Covid-19, semana inicia em alta Reuters
► Novo ano, nova carreira. Momento é ideal para entrar no mercado financeiro► Ibovespa desaba -3,39% com noticiário sobre nova variante de Covid-19

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Clique e fale com um especialista VLG Investimentos

Nesta segunda-feira (29), a sessão é de alta se recuperando dos impactos iniciais da detecção de uma nova variante da Covid-19, descoberta na África do Sul. Estudos preliminares da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que a variante representa um risco maior de reinfecção e acrescentou que ainda não está claro se ela causa mais casos severos de adoecimento em comparação com outras variantes, incluindo a Delta. Alemanha, Itália, Reino Unido, Bélgica, Holanda, Austrália e Hong Kong já confirmaram que detectaram casos da variante Ômicron. Ela ainda não foi, no entanto, detectada nos Estados Unidos, que está, assim como o Reino Unido, entre os países que restringiram as viagens oriundas de países do sul da África.

Fabricantes de vacinas já anunciaram que estão tomando medidas para investigar a Ômicron, iniciando testes. No domingo (28), o diretor médico da farmacêutica Moderna, Paul Burton, afirmou que a empresa pode lançar no início de 2022 uma vacina reformulada contra a nova variante. Hoje o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, afirmou que o país irá barrar a entrada de viajantes estrangeiros a partir de 30 de novembro, segundo informações da agência internacional de notícias Reuters.

Por aqui, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, reafirmou que a principal arma contra a covid-19 é a vacinação e que cenário epidemiológico no Brasil da maior tranquilidade em função da campanha de vacinação. Até o momento, foram distribuídas aos estados 372 milhões de doses, sendo que 308 milhões já foram aplicadas na população. Por medida de precaução, a partir desta segunda, o governo federal decidiu restringir e entrada de passageiros oriundos da África do Sul, Botsuana, Lesoto, Namíbia, Zimbábue, Eswatini (ex-Suazilândia), Angola, Malawi, Moçambique e Zâmbia. A Anvisa identificou a Covid-19 em um passageiro brasileiro que chegou da África do Sul, mas ainda não há confirmação de que se trate da variante Ômicron.

No Brasil, o governo acompanha a evolução da nova variante do vírus, enquanto os investidores monitoram os avanços da PEC dos Precatórios, prevista seguir tramitando na CCJ do Senado na terça-feira (30).

Internacional

Sobre os mercados mundiais, nos EUA os índices futuros Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq indicam altas de 0,70%, 0,88% e 1,02%, respectivamente. A sessão de sexta-feira (26) foi encerrada mais cedo nos Estados Unidos por conta do Dia de Ação de Graças, e marcada por queda de 2,5% do Dow, o pior resultado em um dia desde outubro de 2020; de 2,3% do S&P e de 2,2% do Nasdaq.

As principais bolsas asiáticas tiveram quedas nesta segunda-feira, com atenção para a variante Ômicron. Na China, o lucro industrial das empresas cresceu 24,6% em outubro ante mesmo mês do ano passado, informou o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país. O resultado representa uma aceleração em relação à expansão de 16,3% registrada em setembro.

Na Europa, o índice Stoxx 600, que reúne as ações de 600 empresas de todos os principais setores de 17 países europeus, avança 1,1%, com destaque positivo de papéis do setor de viagem e lazer. Todas as principais bolsas e setores têm altas, apesar da preocupação com a Ômicron.

Brasil

No Brasil, o último pregão de ações encerrou com queda de 3,39% aos 102.224 pontos. Na semana, o índice acumulou queda de 0,78%. O dólar fechou em alta de 0,55%, a R$ 5,595 na compra e R$ 5,596 na venda.

Como destaque, a votação da PEC, que mexe no cálculo do teto de gastos e abre R$ 106,1 bilhões em espaço para despesas em 2022, sobretudo com o Auxílio Brasil – programa que substitui o bolsa família –, está marcada para ocorrer no Senado nesta semana. A intenção do governo é votar a PEC dos Precatórios na próxima terça-feira tanto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) como no plenário.

Commodities

Sobre as commodities, o petróleo Brent é negociado com alta de 4,62%, a US$74,90 o barril. Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian (China) teve alta de 4,77%, a 614,5 iuanes, o equivalente a US$ 96,31.

Corporativo

No contexto corporativo, os acionistas controladores da Alliar (AALR3) aceitaram a proposta realizada pela MAM Asset Management, gestora do empresário Nelson Tanure, para a aquisição de até 62,6 milhões de ações, pelo valor de R$ 20,50 por ação. A Alliar destaca que cada acionista poderá vender a totalidade de suas ações ou uma parte delas. Um dos fundos do empresário Tanure tem 27,87% do capital social da empresa.

A Yduqs (YDUQ3) informou o pagamento de dividendos no valor de R$ 0,4696722587 por ação, correspondente a R$ 141,74 milhões. O pagamento será realizado em 07 de dezembro para os acionistas titulares de ações na data-base de 28 de abril.

A Latam (LTMAQ) apresentou no fim da noite de sexta-feira seu plano de recuperação judicial, que inclui a injeção de US$ 8,19 bilhões (R$ 45,9 bilhões) no grupo por meio de uma combinação de capital novo, títulos conversíveis e dívida. A proposta será avaliada pela Justiça dos Estados Unidos, onde corre o processo de recuperação, no dia 27 de janeiro. Após isso, a empresa terá um período de exclusividade para negociar a aprovação do plano com credores. A Azul (AZUL), porém, vinha mantendo conversas nos bastidores com os credores em torno de um plano alternativo, que lhe daria o controle da Latam. A proposta da Azul pode ganhar força, portanto, apenas se o da Latam for rejeitado pelos credores. Para Azul neste momento o valor da Latam no plano apresentado é maior do que acredita ser razoável, especialmente tendo em vista as contínuas incertezas no setor, especialmente nos mercados internacionais de longa distância.

Por fim, em 26 de novembro de 2021, a Telecom Itália, controladora da Tim (TIMS3), anunciou que seu Conselho de Administração aceitou a renúncia de seu Diretor Presidente (CEO) e diretor-geral Luigi Gubitosi. Pietro Labriola, CEO da Tim Brasil, foi nomeado simultaneamente diretor-geral da Telecom Itália.

Relacionados:

► Novo ano, nova carreira. Momento é ideal para entrar no mercado financeiro► Ibovespa desaba -3,39% com noticiário sobre nova variante de Covid-19

Leia mais: