clique para ir para a página principal

ICVA aponta crescimento de 6,3% no faturamento nominal da Black Friday

Atualizado em -

ICVA aponta crescimento de 6,3% no faturamento nominal da Black Friday Rovena Rosa/Agência Brasil
► O 13º vai sair. Que tal investir?► 70% dos adolescentes têm o hábito de guardar algum dinheiro, aponta pesquisa

Segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado (Cielo-ICVA), o varejo do Brasil durante a Black Friday apresentou uma alta de 6,3% no faturamento nominal em relação a 2020. O e-commerce teve alta de 15,3% e o varejo físico cresceu 2%.

O índice apontou que, mesmo com o crescimento em comparação ao ano passado, o patamar de faturamento do varejo, em termos nominais, ficou 9,1% abaixo do registrado em 2019.

Com alta de 54,4% ante 2020, o setor de turismo e transporte foi o destaque positivo dessa Black Friday. Por outro lado, a maior queda foi registrada em materiais para construção, uma queda de 9%.

Em relação às regiões, com alta de 8,5% o Sul apresentou o maior crescimento no faturamento nominal na Black Friday.

Esses números se referem às vendas do dia 26 de novembro deste ano em comparação com 27 de novembro de 2020

Já em relação aos dias 25 e 26 de novembro da Black Friday, o varejo total teve crescimento de 7,8% no faturamento nominal em comparação com os dias 26 e 27 de novembro de 2020. O e-commerce avançou 13,8% e o físico 4,9% em igual comparação.

De acordo com o ICVA, nesse período acumulado o varejo registrou, em termos nominais, um faturamento de 1,5% abaixo do registrado no ano de 2019, período pré-pandemia.

Entre os dois dias, o índice mostrou que o setor de turismo e transporte cresceu 54,8% em relação ao ano passado, enquanto o setor de materiais para construção caiu 8,2%. A região Sul também ficou em destaque, apresentando a maior alta no faturamento nominal, com alta de 9,3% na comparação.

Relacionados:

► O 13º vai sair. Que tal investir?► 70% dos adolescentes têm o hábito de guardar algum dinheiro, aponta pesquisa

Leia mais: