clique para ir para a página principal

Nubank reduz em 20% a faixa de preço para IPO

Atualizado em -

Nubank reduz em 20% a faixa de preço para IPO Divulgação / Nubank
► Nubank lança função shopping com cupons de desconto e vantagens► Embraer e Pratt & Whitney anunciam parceria para desenvolver combustíveis sustentáveis

Nesta terça-feira (30) o Nubank reduziu a faixa de preço do IPO (oferta pública inicial). A faixa indicativa foi cortada em 20%.

A empresa havia anteriormente almejado uma avaliação de IPO de mais de US$ 50 bilhões por trás de um aumento recorde nos mercados de capitais dos EUA.

Com o apoio da Berkshire Hathaway (BERK34) de Warren Buffett, o banco digital esperava levantar quase US$ 3 bilhões, ou R$ 16,81 bilhões, com a venda de ações com preços entre US$ 10 e US$ 11, que equivalem, respectivamente, R$ 56 e R$ 61 cada.

Com o corte, as ações serão de US$ 8 a US$ 9, o que que significa R$ 44 e R$ 50. Agora, com a redução de preço, o Nubank vai estrear na NYSE avaliado em US$ 39 bilhões, o que equivale a R$ 218 bilhões

Em contrapartida, mesmo com o preço reduzido, a startup brasileira valeria mais do que o Itaú Unibanco (ITUB4), que tem uma capitalização de mercado de US$ 37,5 bilhões, ou R$ 210 bilhões.

O IPO do Nubank é liderado pelo Morgan Stanley (MSBR3), com a participação do Goldman Sachs (GSGI34) e Citi (CTGP34) no sindicato.

O banco digital foi fundado por David Velez há 8 anos. No início servia como um emissor de cartões de crédito que cobrava a taxa anual. Desde então, o Nubank já possui mais de 48 milhões de clientes.

Relacionados:

► Nubank lança função shopping com cupons de desconto e vantagens► Embraer e Pratt & Whitney anunciam parceria para desenvolver combustíveis sustentáveis

Leia mais: